Business Intelligence é forte aliado na gestão de projetos.

Quando damos início à elaboração de projetos corporativos, entramos em um longo caminho que envolve etapas de iniciação, planejamento e execução. Nessa tarefa o trabalho do gestor responsável por coordenar o projeto é de grande importância, suas ações e decisões são fundamentais para o sucesso do projeto. Aliadas as decisões do gestor podemos citar também as competências técnicas, interpessoais e a utilização eficiente de ferramentas para conduzir o projeto de forma mais eficiente. Contudo é sempre necessário considerar os riscos envolvidos em cada projeto.

Os riscos podem (e devem) ser calculados. Uma estratégia deve ser elaborada para eliminar ou reduzir a probabilidade de que algum acontecimento atrapalhe o andamento do projeto. Analisando esses pontos é possível observar a necessidade de ter o projeto totalmente sobre controle do gestor. Mesmo possuindo essa consciência os gestores ainda contam com pouquíssimas ferramentas para acompanhar o dinamismo do mercado, deixando lacunas em áreas importantíssimas no universo de projetos.

Analisando esses aspectos citados é possível observar uma grande semelhança com as funcionalidades das ferramentas de Business Intelligence, relacionado-as com o processo analítico e gerencial de tomada de decisão. Tal situação evidencia o BI como um grande aliado no desenvolvimento de projetos em se tratando de análise de resultados, já que o conceito de BI faz referência ao levantamento de informações, análise e tomada de decisão.

O controle na gestão de projetos consiste em agir ativamente em situações que possam promover grandes desvios do caminho pré-determinado. O monitoramento é considerado passivo, se resumi no acompanhamento dos resultados dos resultados ao longo do tempo, a partir desse monitoramento o gestor acumula conhecimento para aprimorar as ações.

O painel de controle é um grande exemplo de como as ferramentas de Business Intelligence ajudam no monitoramento e controle de projetos. Nele estão reunidos em um mesmo local diversas informações como percentuais, gráficos, resultados etc. Essas informações apresentadas de forma clara colaboram muito para a tomada de decisão, também é válido citar a interatividade e a possibilidade de criar indicadores de diversos tipos sejam eles relacionados à eficácia, eficiência ou à efetividade do projeto, promovendo análises mais ricas e coerentes ao gestor que necessita de informações para gerar conhecimento.

Dentre diversas funções de BI a de controle, monitoramento e comunicação é uma função totalmente relevante que muitos projetos não utilizam e tornam-se extremamente carentes dessa função, muitas vezes perdendo o foco e fracassando justamente pela ausência das ferramentas de BI. Fonte: Imasters