Especialista em BI

Esta área não para de crescer nacional e internacionalmente, onde o mercado tem requisitado cada vez mais os profissionais capazes de realizar todas estas técnicas em conjunto. Todo ano formam-se pessoas em cursos como Sistemas de Informação, por exemplo, que podem atuar nesta área. Mas, o BI exige mais que conhecimento apenas básico, onde é preciso integrar-se mais à modernidade e novas tecnologias que dão resultado, através de cursos extras.

O Business Intelligence, mais conhecido como BI, para início de conversa é um processo com etapas, onde se coleta, organiza, analisa, compartilha e monitora informações de um negócio. É então um suporte à gestão de negócios. BI é um conjunto de processos e métodos que atua transformando uma quantidade grande de dados, em sua forma bruta, para informações a serem trabalhadas.

O profissional de Business Intelligence deve ser capaz de detectar oportunidades de negócios, bem como associá-las aos eventos. Portanto, é preciso seguir alguns passos e até mesmo se qualificar com cursos para esta área dentro da TI.

especialista em BI

 

Algumas dicas primordiais serão citadas aqui, para quem se identifica com a área:

  • Um profissional de BI necessita de uma formação que seja mista, ou seja, com conhecimento técnico em TI e ao mesmo tempo conhecimento em negócios (na parte administrativa);
  • Finanças contábeis devem ser estudadas com afinco também;
  • É necessário desenvolver ampla visão em gestão e processos empresariais, partindo do princípio que o profissional deverá realizar a tomada de decisões;
  • Sabedoria para conciliar a teoria à prática, onde a materialização de ações contidas no papel, é importante;
  • O conhecimento de ferramentas tecnológicas e metodologias aplicáveis destas no meio administrativo é requisitado;
  • Vale ressaltar que o Data Warehouse, que é uma das grandes bases para este trabalho, deve ser estudado por completo em toda sua modelagem multidimensional;
  • Desenvolvimento de raciocínio lógico, afinidade com estatísticas e matemática também entram nesta formação e estudos. Pois o profissional deve ser completo;
  • Tecnologias de bancos de dados são imprescindíveis para quem deseja atuar nesta área, uma vez que é preciso trabalhar com dados brutos na gestão. A grande sabedoria estará em transformar estes dados em algo trabalhável para toda uma equipe;
  • Habilidades que incluam a criatividade são importantes para uma pessoa que deseja atuar em Business Intelligence;
  • E ter afinidade com redes sociais, aprendendo a monitorar clientes que vêm destas origens, é também crucial.

Esta área não para de crescer nacional e internacionalmente, onde o mercado tem requisitado cada vez mais os profissionais capazes de realizar todas estas técnicas em conjunto. Todo ano formam-se pessoas em cursos como Sistemas de Informação, por exemplo, que podem atuar nesta área. Mas, o BI exige mais que conhecimento apenas básico, onde é preciso integrar-se mais à modernidade e novas tecnologias que dão resultado, através de cursos extras.

Muitas pessoas se dão bem estudando por conta própria e tendo contato com profissionais do ramo, basta ter força de vontade!