BI – Business Intelligence

BI – Business Intelligence

Business Intelligence

Business Intelligence.
A grande pergunta que sempre me fazem: ”O que é BI ou Business Intelligence?” Business Intelligencepode ser considerada a técnica de extração de inteligência sobre o negócio da sua empresa, seja qual for ela. Alguns dizem que BI é o processo de captura, transformação de dados em informações e o uso das ferramentas permitem extrair inteligência, e etc., mas o fato é que se falarmos com 10 pessoas diferentes, vamos ter 10 definições próximas, porém diferentes.

O importante é o BI atender e resolver problemas em processos de negócios existentes na empresa, seja qual for ela, desde as operações mais comuns (recebimentos, pagamentos, contabilidade, compras, etc). Vemos muitos projetos de BI que falharam ou simplesmente morreram, principalmente por que estavam sem foco! Sim, os projetos de BI tem alta taxa de mortalidade, já vi projetos de milhões de reais serem simplesmente descontinuados, mas isso é assunto para outro post.

Pensando nos negócios, acreditamos que implantar BI é utilizar-se de ferramentas e técnicas para ajudar a facilitar o acompanhamento dos processos de negócios, sejam eles geração de relatórios, painéis, acompanhamento de metas, entre outros. O Business Intelligence como ferramenta de administração pode ser considerado um grande facilitador da vida dos gestores, gerando informações que antes poderiam demorar diversos dias para ficar pronta, como BI pode demorar de algumas horas chegando até segundos.

Existem diversas maneiras de ter inteligência em negócios, seja via planilhas (isso mesmo, planilhas) ou utilizando ferramentas de BI (ok, essa é a melhor maneira). Dentre as ferramentas mais comuns encontramos:

  • AdHoc / QueryTool
  • Dashboards e KPIs
  • Data Mining
  • BPMs, CPMs ou EPMs
  • Ferramentas de Planejamento (Budgeting, Planning e Forecasting)

Essas ferramentas possuem vários fabricantes : SAP-Business Objects, IBM-Cognos, Microstrategy, Microsoft, Oracle, Pentaho, Jasper,etc.

Antes de terminar, uma pergunta que um aluno fez ao Ralph Kimball no curso de Modelagem Dimensional: _”O que eu devo perguntar ao meu usuário no levantamento de dados, pergunto o que ele quer ver no Data Warehouse?”. A resposta foi: “Não. Deve-se perguntar quais indicadores e informações são necessárias para você trabalhar no seu dia a dia”.

Faz todo sentido do mundo, se a pergunta for genérica a resposta também será.

O universo de BI ainda está plena expansão e muitos profissionais de TI estão buscando mais conhecimentos em Business Intelligence. Nosssos treinamentos de BI são elaborados segundo a metogologia Kimball e com material exclusivo em português. Assim garantimos sempre o melhor conteúdo e 100% de aprovação em mais 10 anos de experiência com projetos, cursos e consultoria emBusiness Intelligence.

Os desafios da pós-implantação do Business Intelligence

Eis uma situação: “- Ufa! Depois de muito esforço, stress e entregas adiadas finalmente terminamos o projeto de BI.” Mas espera aí! Vamos ver, será que terminaram mesmo? Hmmm ainda falta uma coisa: O Aceite. Sentiu um frio na espinha agora?! Normal.

O aceite final é a carta de alforria!

Na maioria das vezes os projetos começam em festa e terminam em sangue, SE terminam e esse SE é bem grande. Segundo a Gartner de 70 a 80% dos projetos de BI falham, ou seja, não terminam, estouram prazo, custo, ou não são entregue os requisitos esperados. Separamos um bom guia para a Implantação:

  • 1.Planejamento.
  • 2.Gerencia do projeto.
  • 3.Levantamento dos requisitos.
  • 4.Desenho do Projeto.
  • 5.Construção ou Desenvolvimento.
  • 6.Pós-implantação (manutenção e monitoramento)

Ao implantar:

  • Se não atender aos requisitos, NÃO TENHA MEDO, adicione uma nova fase ao projeto
  • Fique atento à infraestrutura: se for mais lento que o atual eles voltarão para o Excel, fato.
  • Tenha certeza que o BI será usado.
  • Crie templates, exemplos, ou seja, desenhe. É bem mais fácil começar algo a partir de exemplos, esboços.

Pós Implantação: Lembre-se: O bom andamento da pós-implantação depende de itens bem acertados BA implantação do projeto. Se a implantação foi sucedida (bem ou mal), os próximos passos são:

1. Estratégia de Governança e Qualidade dos dados:

  • As informações precisam ser tratadas.
  • Muita atenção à Qualidade dos dados.
  • Regras de qualidade precisam ser definidas.
  • Cuidado com implantações nos sistemas legados.

2. Validação diária dos dados:

  • Monte processos de reconciliação.
  • Publique o resultado das conciliações para toda a comunidade de usuários.
  • NÃO deve haver dúvidas sobre a integridade dos dados.
  • Automatize a validação.
  • Se possível, crie métricas sobre a validação.

3.Determine “Donos”:

  • Crie o conceito de “Product Owner” – dono do produto para cada Data Mart criado ou mesmo para “Processo de Negócio”.
  • Os “donos” devem ser autoridade sobre novas implantações e modificações em seus processos de negócios.
  • Devem ser avisados de qualquer problema técnico.

4.Treinamento:

  • Não tem jeito, os usuário DEVEM ser treinados para usar o BI, senão continuarão usando planilhas e Access.
  • A TI deve ser treinada para responder às modificações necessárias do projeto.
  • Se possível e necessário tenha um programa de treinamentos para:
  • Novos funcionários
  • Filiais
  • Parceiros, etc.

5.Priorize!

  • Priorize a visão corporativa.
  • Cuidado ao modificar a estrutura do projeto.
  • Priorize a estabilidade do BI.

6. Novas Implantações:

  • O projeto não será estatístico.

7.Documentação:

  • SEMPRE documente, não lembramos o que fizemos a 3 meses.

8.Prepare-se para o crescimento:

  • O importante é sempre implementar em partes menores, pois corre se o risco de NUNCA implementar o projeto !

9.Foco no negócio, SEMPRE!

  • Projetos de BI são projetos de negócio, então: foco no negócio!
  • Cuidado ao priorizar tecnologia.
  • Cuidado com o “tecnês”

Lembrem sempre:

Gerenciar os requisitos e regras de negócio

Priorizar o corporativo

Manter as estruturas

Foco no negócio! As ferramentas são facilitadores da implantação!

 

Esperamos que tenham gostado da leitura.

Comentem, opinem, reclamem e elogiem – melhorar sempre!

 

Pós Implantacao de BI

Hospital Oswaldo Cruz implanta projeto de BI

Hospital Oswaldo Cruz

Hospital Oswaldo Cruz, de São Paulo, iniciou a implementação de seu projeto de BI (Business Intelligence) utilizando a ferramenta Tableau, com a finalidade de melhorar a performance das análises, o que possibilita ampliar o cruzamento de dados.

Inicialmente, o projeto envolve a análise dos perfis dos pacientes, médicos e especialidades, com informações de caráter financeiro e, no próximo ano, serão incorporados indicadores específicos da qualidade assistencial.

Com a finalidade de melhorar a performance das análises, o que possibilita ampliar o cruzamento de dados, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, iniciou a implementação de seu projeto de BI (Business Intelligence) utilizando a ferramenta Tableau.
Inicialmente, o projeto envolve a análise dos perfis dos pacientes, médicos e especialidades, com informações de caráter financeiro e, no próximo ano, serão incorporados indicadores específicos da qualidade assistencial.

A vantagem deste projeto está na economia de tempo que está sendo obtida nas análises, na criação de painéis e na curva de aprendizado dos usuários. Em dois meses começaram as primeiras entregas de informação.

A ferramenta Tableau está sendo usada prioritariamente sobre um banco de dados específico, construído para facilitar as análises, devido à decisão de não conectar o software de BI às bases existentes.

Quanto à construção das bases de dados exclusivas para o BI, que é o principal desafio do projeto, o Hospital trabalha em parceria com a empresa Cetax, utilizando ferramentas da Oracle.

Os usuários da primeira fase do projeto são os gestores de diversas áreas do hospital: administrativo-financeira, assistencial, Centro Cirúrgico, UTI, Unidade de Internação e Superintendência.

Em processo conjunto com o pessoal de BI, são formuladas as diretrizes das análises e, mais tarde, com os gráficos já prontos, os gestores fazem as críticas para aperfeiçoar o trabalho.

 

Fonte site baguete: http://www.baguete.com.br/noticias/27/08/2014/oswaldo-cruz-implanta-tableau